24 janeiro 2017

Crítica | "Marcada", da série House of Night, é muito mais que apenas um livro de vampiros



Oiii pessoal, hoje venho trazer a resenha de um livro muito especial para mim. Marcada foi um livro que eu nunca sequer tinha ouvido falar, porém, um dia em que eu estava vendo as promoções de um site, ele me chamou atenção. De início achei a sinopse bacana, mas não dava muito pelo livro, confesso que comprei porque estava em uma ótima promoção (se não me engano o seu preço foi R$ 9,99). Marcada ficou em minha estante por muito tempo sem ser lido, acredito que aproximadamente uns 2 anos. Um dia, quando não tinha nada para fazer, resolvi pegar e começar a ler. Sabe o que é arrependimento? É o que senti quando terminei de ler. E não pense que foi um arrependimento no sentido de ser um livro ruim, pelo contrário, me arrependi por não ter lido antes. O livro é diferente de tudo o que eu já li até hoje, e vale muito a pena dar uma chance a ele.


Livro: Marcada
Série: House of Night
Autor (a): P.C. Cast e Kristin Cast
Edição: 1
Editora: Novo Século
Páginas: 328

Bem-vindo ao mundo de The House Of Night, um mundo parecido com o nosso, exceto pelo fato de que nele os vampiros sempre existiram. Zoey acaba de ser marcada como uma vampira, o que significa o início de uma nova vida, longe de seus amigos e de sua vida atual, Isso se seu corpo suportar o período de transformação, caso contrário ela morrerá.



Marcada conta a história de Zoey Montgomery, uma garota comum de 16 anos, até um vampiro rastreador marcá-la. No mundo de House of Night os vampiros existem e são conhecidos pelos humanos, apesar de não serem aceitos por eles. Para se tornar um vampiro é preciso ser anteriormente escolhido por um vampiro mais velho, logo após um rastreador é enviado para marcar-lo com uma tatuagem de meia lua na testa. Zoey adquiriu uma meia lua azul-safira, e inicialmente ficou desesperada ao se dar conta do que estava acontecendo. Para piorar, ela é totalmente incompreendida por sua família mesmo como humana, sua mãe é totalmente submissa a seu novo marido, ao qual Zoey denomina 'padrastotário', sua irmã é líder de torcida totalmente vulgar e seu irmão um egoísta. Nem a sua melhor amiga Kayla (K.), e seu quase ex-namorado Heart iriam conseguir compreender tal fato. A única pessoa que Zoey sabe que realmente pode contar sempre é sua avó Sylvia Redbird.

Outro fato importante a ser destacado é que quando você é marcado, precisa passar pelo processo de transformação, e que nem todos conseguem concluir esse período. Além disso, não se pode passar por essa etapa na sociedade humana, é preciso ir para uma "escola de vampiros" por assim dizer. Zoey então se muda para a Morada da Noite (House of Night), onde ganha o sobrenome Redbird e se juntar a outros vampiros novatos para concluir o processo. Em sua nova casa, Zoey descobre que não é uma novata comum, pois enquanto os outros possuem uma tatuagem apenas contornada, ela tem uma preenchida, como os vampiros adultos. Vale ressaltar que inicialmente, quando foi marcada, ela possuía a tatuagem apenas contornada, e que só após um encontro com a Deusa Nyx em um sonho (isso aconteceu quando ela foi procurar sua avó para pedir ajuda) sua tatuagem foi preenchida.

A Deusa Nyx é considerada a mãe dos vampiros, adorada por eles. A Deusa concede a cada vampiro a afinidade com um dos cinco elementos: água, terra, fogo, ar e espírito. Com qual deles Zoey terá afinidade? Não vou citar aqui pois de certa forma seria um spoiler indesejado.

Na Morada da Noite, Zoey também encontra amigos incríveis. Stevie Rae, Damien, Erin e Shaunee são totalmente receptivos com a novata. É claro que pessoas não muito agradáveis também fazem parte, como a Aphrodite e suas seguidoras, denominadas "As Filhas das Trevas". O coração de Zoey também ficará balançado ao conhecer Erik Night, um lindo vampiro veterano. Erik também é ex-namorado de Aphrodite, que vive o perseguindo querendo reatar. Como será que Aphrodite vai reagir ao descobrir o que Zoey sente por Erik? Coisa boa é que não vai acontecer!

House of Night é de longe uma saga viciante, tanto é que ao terminar Marcada já li o segundo, que é Traída. Agora estou sofrendo por que quero muito ler os próximos (são 12 livros no total), mas eles nunca estão em promoção, que vida cruel. Aliás, se alguma boa alma quiser me presentear eu aceito haha. 

Enfim, não pense que é mais um livro de vampiros como todos os outros que você conhece, pois você com certeza irá se surpreender. Já vi algumas críticas, como a que ele é um "plágio" de Crepúsculo, ou que por possuir muitos livros a série é cansativa, porém acho esses argumentos totalmente infundados, é muito diferente de Crepúsculo, e não é nada cansativa, pelo contrário, é muito gostosa de ler. Se você já leu Marcada compartilhe sua opinião com a gente, e se ainda não leu dê uma chance a House of Night, tenho certeza que você não irá se arrepender.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram: @Estupefaca