05 janeiro 2017

5ª Cult: Conheça Teresa Cárdenas, escritora juvenil de temas difíceis (mas necessários)

5ª Cult: A sua fonte de cultura (quase) todas as quintas-feiras.
Ao me preparar para o vestibular da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), no final do ano passado, me deparei com a necessidade de fazer a leitura do livro Cachorro Velho, da escritora cubana Teresa Cárdenas. Confesso que inicialmente o livro não me chamou atenção, fui com baixas expectativas mas, dessa forma, o livro me surpreendeu positivamente. Ao terminar a leitura, corri na internet para pesquisar mais sobre a autora e descobri que, de forma intimista e compreensível, ela aborda temas que assombraram o mundo durante muito tempo, como é o caso da escravidão africana que esteve presente em Cuba, no Brasil e em vários outros países.

Teresa consegue escrever sobre o assunto com muita propriedade já que seus avós foram escravos e também pelo fato dela ter presenciado o racismo de perto. Na sua obra Cachorro Velho, a única que tive a oportunidade de ler até então, acompanhamos a vida, as sequelas e traumas de um ex-escravo que agora trabalha como porteiro de uma fazenda e continua vendo todo o sofrimento de seu povo. O final do livro - que não irei comentar aqui por motivos de spoilers -, é surpreendente e nos deixa com um gostinho de quero mais. Tal sensação foi a responsável por me fazer ir atrás e conhecer melhor a escritora, ficando louco para ler seus outros livros (aceito de presente, fica a dica!).

Recentemente, na Feira do Livro de Porto Alegre, a Teresa Cárdenas cedeu uma entrevista ao programa Conexão RS e está disponível na íntegra no youtube. Com várias frases marcantes, a autora mostra toda sua personalidade e motivação para escrever.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram: @Estupefaca